Rolar para o topo
  • Tel. +55 11 4040-5069

A Transformação Digital chega ao Comércio Exterior

No dia 11 de setembro, no CIESP Campinas, a ECOMEX-NSI e a Columbia Trading reuniram profissionais ligados ao comércio exterior para falar sobre Transformação Digital no Comex.

A ideia desse evento surgiu da parceria entre a Columbia Trading e a ECOMEX-NSI, inicialmente para a implantação do ECOMEX na empresa, dando assim os primeiros passos para a sua Transformação Digital e, posteriormente, com a iniciativa da Columbia Trading de fundar a primeira aceleradora de startups do comércio exterior, a Aceleradora 4Comex. A iniciativa tem como parceira master de tecnologia a ECOMEX-NSI e visa fomentar a inovação no setor.

O evento contou com a presença de 150 representantes do comércio exterior e 5 painelistas com diferentes conhecimentos, porém um único objetivo: dar destaque para a cultura de inovação, indispensável para que as empresas passem a integrar a Indústria 4.0 e ter a transformação digital como sua aliada.

A estrutura do painel, assim como a iniciativa de falar sobre transformação digital em comércio exterior, foi inovadora. Inicialmente cada um dos convidados pode apresentar individualmente a sua visão e experiência em relação ao tema. Os participantes foram então convidados a conversarem sobre seus maiores insights e coletivamente elaboraram perguntas que depois foram respondidas na segunda etapa do painel, conduzido pela mediadora Juliana Feitosa – gestora operacional da Aceleradora 4Comex.

____________________

“Não existe fórmula mágica, é necessário entender o contexto interno para a estruturação de projetos que impulsionem a companhia à nova era.”destacou Fabio Munakata da LEAP-KPMG.

____________________

Com a visão de um gestor que está na trincheira da transformação digital, Daniel Barreto, head comercial e de inovação da Columbia Trading, explicou que o primeiro passo é criar um ambiente que permita o erro e que envolve os colaboradores, deixando clara a diferença entre inovação e transformação digital.

____________________

“A transformação digital é uma revisita aos modelos de negócio sob o prisma das tecnologias digitais, explorando oportunidades ainda inexploradas nas empresas.” – afirmou Daniel

____________________

Exemplos reais de quem está vivendo a Transformação Digital no seu dia a dia são muito importantes para inspirar as lideranças, Fabiano Coelho, da Receita Federal, líder da Unidade de Viracopos, apresentou os projetos que a Receita Federal tem implementado ao longo dos anos para entrar na “primeira fase” da Transformação Digital. Destacou que esses tipos de projetos precisam ser apoiados diretamente pela liderança e essa necessita de resiliência para obter os resultados esperados.

____________________

“A empatia com os colaboradores impactados é fundamental. Por exemplo: se a pessoa não está fazendo da maneira que era prevista inicialmente, o líder deve entender realmente o porquê antes de pressioná-lo a executar da nova maneira.” – disse Fabiano

____________________

Vidal Melo, da USP, pesquisador de inteligência artificial, trouxe dois termos essenciais para o contexto da Transformação Digital e, principalmente, inovação: integração e colaboração. Agora, mais do que nunca, as empresas precisam gerenciar uma gigantesca quantidade de informação e apenas a partir de áreas e parceiros integrados será possível gerar constantemente o valor agregado desejado ao cliente final. Enquanto que a colaboração torna-se essencial pela difusão de conhecimento. As empresas que estabelecerem parcerias-chave, ao invés de buscarem apenas a internalização, estarão mais hábeis para avançar e inovar.

O último painelista a se apresentar, Ednei França arquiteto-chefe de soluções, da ECOMEX-NSI, falou sobre a importância de diversificar o portfólio de inovações das empresas, pois é muito difícil diferenciar um grande sucesso que irá gerar disrupção, uma ideia promissora, mas que será apenas um incremento no cenário atual e um fracasso eminente, nos estágios iniciais de desenvolvimento de uma nova ideia. Testar a ideia na prática é o único caminho.

Esse importante debate trouxe luz para algumas reflexões importantes: não existe ferramenta única, que “faça tudo”, e permita a empresa se considerar “Transformada Digitalmente”; o foco deve estar nas pessoas e não apenas na tecnologia, pois as habilidades exclusivamente humanas serão cada vez mais valorizadas com a aplicação de ferramentas que automatizarão as atividades de menor valor agregado. Por fim, a sua empresa não precisa trilhar essa jornada sozinha, a Transformação Digital e a inovação se beneficiam muito da colaboração e do compartilhamento.

+ posts

Fundada em 1986, a NSI, agora eCOMEX NSI, pioneira em desenvolvimento de aplicações para gestão de processos de comércio exterior. Primeira empresa no Brasil a integrar seus aplicativos aos principais sistemas ERPs do mercado e a disponibilizar uma aplicação 100% WEB para gestão do comércio exterior.